fcs


COMO ESCOLHER AS QUILHAS CERTAS

O teu nível de surf, a forma como surfas é um factor importante. Surfistas fortes ou agressivos tendem a usar quilhas maiores e mais rígidas que lhes dão maior projecção, velocidade e ao mesmo tempo estabilidade nas manobras.

A mesma quilha num surfista com características menos agressivas tornará a prancha demasiado rígida e ao mesmo tempo menos manobrável. No entanto, se usares uma quilha demasiado pequena ou flexível, perderás projecção e velocidade. Sem velocidade é difícil manobrar a prancha.

Design da prancha. A relação entre a prancha e as quilhas é um factor bastante importante na performance de qualquer surfista.

Podes corrigir os defeitos de uma prancha com a quilha certa, como também podes “estragar” uma boa prancha com as quilhas erradas. Alguns aspectos que merecem mais atenção.

Pranchas com muito concave podem exigir uma quilha com mais área, maior profundidade ou extensão. Pranchas com vee bottom ou sem concave: Têm melhor desempenho com uma quilha mais pequena ou de tamanho médio. Pranchas com tails mais largos (ex: Fish) dão-se melhor com quilhas grandes. Pranchas com tails mais estreitos (ex: Guns) portam-se melhor com quilhas mais pequenas. Pranchas com canais: Quilhas pequenas com uma ponta menos acentuada.

Condições do mar » Point breaks, reef breaks, beach breaks, traduzem diferentes condições para o surf. Uma quilha pode ser perfeita no teu point break local e não ser a melhor escolha num beach break rápido e potente.

Quilhas mais alongadas contribuem para manobras mais longas e definidas, que geralmente se adequam ás características de um point break. Quilhas com menor extensão (mais direitas) e uma base larga permitem manobras mais rápidas e ajustadas a beach breaks rápidos e ocos.

«CHANGE YOUR FINS, CHANGE YOUR SURF»


voltar